Aprendizagem Digital do Século XXI

Aprendizagem Digital do Século XXI

 

A aprendizagem digital do século XXI ocorre através das tecnologias inovadoras que estão cada vez mais presentes em sala de aula, fazendo que o professor tenha que preparar o seu aluno para ser atuante em um mundo em constante transformação,  e assim ajudá-lo a desenvolver as competências específicas para sobreviver neste século. Foi somente à partir da segunda metade do século XX, que o conhecimento passou a ser o produto mais cobiçado por todos, e a educação formal se transformou na via de acesso para adquiri-lo. Esta aquisição não só promoveu o desenvolvimento pessoal e a profissionalização das pessoas, mas também colaborou essencialmente na construção da cidadania.

 

Hoje, professores e alunos se servem de inúmeros ambientes de aprendizagem virtual apoiados por sofisticadas tecnologias digitais da informação e da comunicação, que oportunizam interações direcionadas à construção de novos saberes. Conhecimento é moeda de ouro em nossa sociedade e a virtualização do ensino,  propicia a democratização dos saberes, fazendo desta realidade um grande investimento intelectual que se torna um patrimônio pessoal.

 

O entorno que vivemos em pleno século XXI nos remete a um mundo que também nos transforma a  todo momento e de forma vertiginosa, principalmente por estarmos inseridos em um cenário de novas práticas sociais, comportamentais, relacionais e principalmente educacionais;   que agora são existentes e originadas pela inserção de tecnologias de ponta que preenchem o nosso cotidiano, as escolas e toda a sociedade.

 

Desde que surgiu em 1990, na forma que hoje conhecemos, a internet não parou de crescer e ao mesmo tempo de se desenvolver e evoluir. Continuamente grupos de estudantes conectados na internet, colaboram e se ajudam em suas atividades escolares, independente se o professor dê este tipo de comando. Alunos se agrupam nas redes sociais para tudo e até mesmo para estudar!

 

Mesmo alunos da educação a distância, costumam construir comunidades de interação fora da plataforma das universidades para estudar, trocar, compartilhar e realizar as atividades em grupo. Geralmente formam as suas comunidades particularizadas no Facebook como “Grupo Fechado”. Isto ocorre principalmente quando a universidade detentora da plataforma tecnológica destinada aos cursos e disciplinas online,  que possuem inúmeras capacidades interativas e integrativas;  não a utiliza com este objetivo, ou seja, ainda prefere oferecer conteúdos apenas textuais e atividades objetivas (testes) para que o aluno leia e faça a sua atividade de maneira individualizada sem ao menos conhecer os seus colegas de sala virtual. em um entorno voltado  à construção do conhecimento.

 

Esses alunos geralmente se conhecem pelo Fórum de Discussão, logo no primeiro dia de aula virtual, ferramenta usada por muitos tutores como maneira de realizar a “apresentação intergrupal”. Isto ainda ocorre nos dias atuais? Sim, infelizmente ainda ocorre! São os alunos que posteriormente se juntam de forma virtual e espontânea e não necessariamente é o modelo de EaD aplicado por muitas universidades, que poderiam construir esta interação dentro da própria plataforma institucional.

 

O pressuposto principal da Educação é dar sentido ao mundo que rodeia os nossos alunos, para através disto desenvolvê-los no sentido da  interação e consequente resolução de problemas que lhes são apresentados. Neste contexto as TICs são fundamentais pois colaboram em muito nesta perspectiva, portanto deveriam ser usadas para esta finalidade, sempre! Não vamos pensar que o computador seja necessariamente um instrumento educacional, mas podemos compreendê-lo como uma excelente  tecnologia incorporada ao mundo educacional.

 

No futuro, que acredito próximo, teremos cada vez mais escolas e salas de aulas virtualizadas, como também a extensão destas mesmas salas de aula e das escolas para outros espaços como museus, centros culturais e bibliotecas do mundo todo, e possivelmente surgirá uma mega escola interplanetária onde as tecnologias móveis e as redes sem fio tornem possível o aprendizado em qualquer lugar e em qualquer situação, conectando tudo e todos dentro de um mesmo objetivo, ou seja, o aprendizado acontecerá alinhado ao desenvolvimento humano e coletivo.

 

Por outro lado cada vez mais o modelo clássico de emprego que solicita jornada presencial, integral e de duração “ad eternun”,  em uma mesma organização ao longo de uma vida,  será um modelo falido e não mais atenderá aos anseios e as necessidades das pessoas e da própria  produção de bens e serviços do mundo, do planeta. Isto é um paradoxo, não? Estudamos por inúmeros motivos, mas o principal deles é para que adentremos o mundo do trabalho e nos realizemos e sobrevivamos…..

 

À partir de dados da Comissão Europeia, já vivemos na contemporaneidade a precariedade de empregos com  crescente competitividade entre todos. Neste novo cenário que não poupa ninguém, quais são as competências que as pessoas devem desenvolver justamente para enfrentar estas mudanças radicais que estão sendo impostas a todos nós? Você imagina quais são?

 

Segundo relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico teremos que desenvolver macro competências, competências básicas e competências-chave tendo como pilares:

1- Saber atuar com autonomia: saber pensar e atuar em projetos de vida e projetos pessoais.

2- Saber interagir em grupos heterogêneos: saber cooperar, ter bom relacionamento com as pessoas e controlar/resolver todo e qualquer tipo de conflito.

3- Saber usar recursos interativos: saber usar dados, linguagens e textos pelos meios digitais objetivando interação, troca e compartilhamento.

 

Essas novas competências que devemos adquirir frente à  Sociedade da Informação vão ao encontro das novas práticas educacionais em tempos 2.0, que permitem ao aprendiz  criar, compartilhar, receber, reutilizar os conteúdos criados por ele e por outros,  abrindo possibilidades de práticas pedagógicas e didáticas baseadas em dinâmicas de colaboração e cooperação.

 

Hoje ninguém na Web 2.0 aprende praticamente sozinho, pois todos opinam, interagem, discutem, participam, pois as próprias ferramentas interativas estimulam o discurso virtual em todo e qualquer site, blog, redes, comunidades virtuais.  Desta forma a função principal da Web 2.0 nestes tempos, tem sido a criação e a difusão de informação sobretudo dinâmica, contínua, reutilizável e sempre agregando pessoas, juntando pessoas, somando ideias ..

 

Quando inserida na educação a distância, a WEB 2.0 colabora para que professor e alunos selecionem, administrem e troquem informações, estabelecendo laços de colaboração e cooperação objetivando a construção de conhecimento. Alguns dos produtos mais utilizados na Web 2.0 nos dias atuais são: Wikis, Blogs pessoais, Wikipedia, Flickr, entre outros. Não utilizar estes recursos, é perder ricas possibilidades de desenvolver pessoas e de maneira mais lúdica, prazerosa e realizadora.

 

Penso que todos nós não temos mais dúvidas que as Tecnologias Educacionais (TIC) fazem parte de um novo paradigma tecnológico que transforma o mundo que vivemos e todas as nossas práticas;  especialmente as educacionais. Como isto ocorre? Pelo aparecimento e desenvolvimento de novas e potentes ferramentas, panoramas didáticos e pedagógicos reciclados e desejos de uma “nova Educação”, se assim podemos falar  😀  ….. Concorda?  🙄

Saiba +

48 comentários em “Aprendizagem Digital do Século XXI

  1. Oi, Lilian.
    Realmente a educação é o que mais cobiçamos atualmente e as tecnologias tem nos ajudado nessa conquista do saber e sem elas já não sabemos mais viver e que além de desenvolver macro competências a sociedade precisa dar mais oportunidades aos iniciantes para que demonstrem que eles tem essas competências e não só os que já atuam há algum tempo, visto que eles podem somar forças e conhecimentos para eles mesmos e para o coletivo colaborando e cooperando com a empresa ou escola.
    abraço.

    • Abraço Cristiane!

      Excelente contribuição!

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  2. Concordo com você Lilian,
    O mundo está mudando rapidamente e a Educação a Distância tem tudo para fazer parte deste contexto, as plataformas interativas são uma realidade democratizando o crescimento e dando autonomia para os interessados.

    • Olá Marco! gostaria de acrescentar que exitem muitos níveis de estudo utilizando a WEB 2.0, desde iniciantes em cursos de graduação ou técnicos em cursos locais até estudos mais avançados em plataformas de universidades que atuam em vários países. Isso é fascinante, pois o conhecimento está em toda parte e nós podemos fazer parte desse todo!Abraços!

    • Também concordo plenamente. O movimento que podemos claramente identificar, chamado de “Sociedade da Informação”, é mais uma prova de que a integração tecnológica e digital veio para ficar e que ela já faz parte da educação. Como bem colocado pela Prof. Liliam, os jovens já fazem isso automaticamente hoje, ou seja, já usam meios digitais para aprender e compartilhar conhecimento, mesmo quando o uso dessa plataforma não é exigido no seu ambiente de ensino. Tudo o que precisamos fazer é continuar colaborando para melhorar essa interação.

  3. Olá, bom dia!

    Parabéns pelos seus posts, eles abrangem todo o conteúdo que estou estudando.

    Concordo com você, as TIC são ferramentas que estão transformando a maneira de estudar atualmente, só acho que ainda muitas pessoas não conseguem ultrapassar esta barreira e ficam presas ao modelo tradicional pensando que desta forma não é possível estudar, ou que o ensino será de menor qualidade. Balela.
    Isto não é mais verdade, visto que a tecnologia nos está proporcionando ferramentas síncronas e assíncronas que possibilita uma interação impar, e que atinge maior quantidade de pessoas, ampliando os debates e discussões.

    Abraço,

    Solange.

    • Obrigada Solange!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  4. Esta muito certo,professora Liliam.Estes assuntos me tem dado grande contribuição quer como docente,quer como discente,mas fico agora com a seguinte preocupação:vivo numa cidade académica onde o ensino a distancia não esta bem implementado(Lubango-Angola) preciso ajuda para aplicação destes conteúdos deste blog e desta grande docente.

  5. Parabéns pelo post Liliam.
    Com certeza as TIC é uma parte muito relevante no nosso dia-a-dia e muito mais nos meios educacionais. A busca pelas ferramentas com a qual se espera interagir o máximo possível, vem sendo renovada e muito utilizada.
    Abraço.

    • Obrigada Andiara!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

    • Obrigada pelo feedback!

      Abs,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  6. Boa tarde Lilian ,realmente isso está mais que constatado que a aprendizagem digital está se transformando a cada dia ,principalmente nesta virada de seculo ,onde muitas pessoas acordaram e tiraram a venda de seus olhos e viram que as tecnologias estão aí para nos favorecer e nós ajudar a melhorarmos a cada dia ,tanto que nós ajuda a nos interagir melhor ,tanto sozinha quanto em grupos e a saber usar estes recursos digitais .

  7. Boa tarde professora..
    É incrível como a tecnologia cresceu nestas duas últimas décadas desde o seu aparcimento, e o mais cativante disso tudo é que, a interação cresce com ela. Contamos com inúmeras possibilidades de emanciparmos nossos conhecimentos e compartilhar tudo o que adquirimos com pessoas do outro lado do mundo, porém temos que saber utilizar as ferramentas disponíveis.

  8. Realmente compreendemos que a busca pelo conhecimento gera inúmeras interações, sejam elas virtuais ou presenciais. E que mesmo diante de uma tela de computador não conseguimos nada sozinho, sempre dependemos de alguém.

  9. Bom dia Liliam!
    Como sempre me delicio e aprendo com seus textos. Hoje vou mudar um pouquinho o assunto, pois mesmo diante das mais novas tecnologias e aparatos inseridos na Educação, uma “figura” de extrema importância é o Professor(a)/Tutor(a). Creio que estará presente nos próximos séculos independente de todas as inovações. Com certeza as novas gerações de estudantes exigirão ainda mais qualificação desses profissionais e é por isso que buscamos novos e contínuos aprendizados. Parabéns para você e todos os professores/tutores. Abraços. Brasília 15/10/2013

    • Obrigada Laiz querida!

      Realmente o tutor é a alma da EAD! Tem um artigo meu cujo título é justamente este!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

    • Olá Laiz, bem lembrado, a importância do tutor e sua qualificação! o dia do professor é comemorado em 15 de Outubro, e será que já existe o dia do tutor??? Abraços!

    • Boa Tarde Liliam, boa tarde Laiz

      Fiquei refletindo sobre o seu comentário, precisaremos de tutores cada vez mais especializados, e pensando também que a aprendizagem digital também contribuiu mais e mais para o acesso a educação a pessoas que antes nem pensavam em fazer um curso superior.
      Tenho recebido alunos na minha turma com boa vivência em ferramentas digitais e também alunos que tem grande dificuldade em manipular ferramentas digitais, essenciais para o modelo de Educação a Distância.
      Fazendo essa reflexão, gostaria de deixar a pergunta a vocês e aos colegas do blog.
      Vocês acham que precisamos de modelos diferentes de tutoria para as diferentes fases do ensino aprendizado dos alunos?

      Abraços
      Wanessa Faustino

      • Wanessa,

        Não é a tutoria que precisa ser aplicada através de inúmeros modelos.
        O que existe são inúmeros modelos de EAD. Desde o instrucionista até a conectivista.

        Isto por si só solicita metodologias diversas que todos os tutores devem conhecer para poder aplicar.

        Abraços,

        Liliam Silva
        Blog educação-a-distância.com

  10. Oi, Liliam
    de certa forma, a educação à distancia a muito tempo faz parte da nossa vida, mas não com os recursos que temos atualmente, fiz duas faculdades, uma presencial e outra semi-presencial, confesso que aprendi muito mais na segunda modalidade, pois exige muito mais compromisso e dedicação.
    Abraços!!

  11. A Educação a distancia vai alem das fronteiras e permite o debate e a troca de idéias de forma eficiente. No entanto, nossa sociedade precisa se transformar e romper com o paradigma de que a aprendizagem só acontece entre quatro paredes.

  12. Boa noite,

    Parabéns pelo texto, relata realmente o que está acontecendo cada dia, a forma como tudo acontece muito rápido e o que a tecnologia tem feito na área da educação realmente é um passo muito grande, pois isso permitiu que o ensino chegasse a pessoas que jamais imaginariam ter um diploma de graduação em suas mãos.A tecnologia tem ajudado a dinamizar as aulas e tornar o ensino muito mais atrativo e dinâmico.

    • Olá Magda! concordo plenamente com voce! a ead é uma modalidade muito atraente, principalmente para os jovens que são os nativos digitais! As tecnologias atraem muito mais do que as aulas tradicionais com o prof falando e utilizando o quadro e livros. Vejo isso na escola que trabalho todos os dias! Abraços!

  13. Parabéns pelo texto Liliam! Defendi meu mestrado sobre as tendências da educação para o século XXI, especificamente na área de Administração e adorei se texto, contextualizando para a área de ensino à distÂncia! Obrigada pelo aprendizado agregado!
    Abraços, Karine

    • Olá Karine!

      Bem-vinda e obrigada!

      Apareça sempre por aqui!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  14. Olá Prof Liliam! As TICs realmente transformaram nossa forma de viver, de aprender, de relacionar, de trabalhar, enfim transformaram praticamente tudo na vida das pessoas. E os avanços não param, a cada dia novas tecnologias vem enriquecer, aproximar, facilitar ainda mais nosso dia a dia.
    Alguns cursos ainda com modelos mais tradicionais não estão utilizando a WEB 2.0, é uma pena, pois o compartilhar idéias, trabalhos, pensamentos vem acrescentar informações na construção do conhecimento que não pára de se expandir. No meu curso ainda sinto falta de compartilhar mais experiencias com meus colegas de turma, parece que ou são muito tímidos ou ainda não perceberam o quanto é importante a troca de informações e comunicação entre colegas, nesse caso virtualmente! Abraços!

  15. Boa noite Prof Liliam!
    Mesmo com o crescimento gigantesco da Educação A Distancia
    ainda está em rediscussão a questão do limite dos 20% de disciplinas online, imposta pelo MEC.Será que as Universidades conseguirão chegar a uma carga horária média de 50% para as aulas presenciais e a distancia?
    Obrigada , um grande abraço!

  16. Profa Liliam,
    Achei muito interessante e pertinente a abordagem das macrocompetências. Em 2004, neu mentor e ex-professor Luiz Telles já falava a respeito. Ter visão macro do mundo. Talvez eu tenha até comentado isso aqui no blog, mas uma vez eu assisti uma palestra e que falava exatamente sobre conhecer de “tudo um pouco”, que era uma tremenda bobagem e que o profissional se tornaria medíocre. Bom, isso ficou na minha cabeça por alguns anos, pois minha formação é multidisciplinar. E o interessante é que praticamente todos cursos são multidisciplinares. Não podemos ficar parados em uma só área e, inclusive, é um detalhe que questiono com meus alunos, principalmente quando o tema é Educação a Distância. Há muitos questionamentos a respeito da eficácia do aprendizado.
    Claramente, questionamentos de quem não conhece do que está falando…

  17. Considero a EAD uma revolução na forma de estudar. Confesso que até pouco tempo atrás eu não me imaginava estudando nessa modalidade, pois achava que não conseguiria me adaptar a modalidade, que eu não teria controle sobre os meus horários de estudos, e consequentemente, não teria um aproveitamento satisfatório. Iniciei, há dois meses, minha segunda Pós Graduação, agora 100% a distância e simplesmente todos o receios que eu tinha em relação a mim, acabaram. Nunca duvidei da metodologia e ferramentas utilizadas pelas Faculdades, mas duvidava da minha capacidade em controlar meus estudos. Ainda bem que estava errada! Simplesmente estou adorando essa modalidade e vendo o quanto estou crescendo profissionalmente e ampliando meus horizontes. Essa flexibilidade de horários, ricos materiais, aulas sensacionais estão me inspirando cada vez mais. Parabéns a todos que trabalham com a EAD e contribuem para o crescimento desse modelo em nosso país!

  18. Achei muito interessante a proposta do curso, principalmente pelo fato ter um formato bem objetivo, envolvendo o uso das ferramentas virtuais de aprendizagem, as quais ainda tenho um pouco de dificuldade em seu manuseio.Espero supri-la durante minha pós.

  19. Oi Lilian.
    Excelente seu texto, enriquecedor. No momento faço Pós-Graduação em Metodologias para a EAD, e seus textos são para mim, fonte de pesquisa e complemento ao meu aprendizado. Por isso, devo salientar que achei super interessante o que disse em seu texto sobre a necessidade de desenvolvermos macro competências, competências básicas e competências-chave, tendo como pilares, o saber atuar com autonomia, o saber interagir em grupos heterogêneos e saber usar recursos interativos, permitindo-nos com isso, criar novas possibilidades de práticas pedagógicas e didáticas.
    Obrigada.
    Um abraço.
    Rosângela Leite.

    • Olá Rosângela,

      Fico feliz que os textos colaborem com a sua formação!

      Obrigada pelo feedback.

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação a distância

  20. Como disse a Rosangela realmente os seus textos tem nos proporcionando não só desenvolver o trabalho que temos que entregar até novembro mas ser também um local de aprendizagem e muita pesquisa, é muito bom ler suas matérias…..

    • Obrigada pela delicadeza e atenção, Maria Célia.

      Depois que vocês entregarem os trabalhos continuem por aqui. Será uma honra!

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  21. A modalidade EAD, demanda vários desafios, pois apesar de aluno e professor se encontrarem dispersos geograficamente, exige de ambos uma interação constante, mediados pelas tecnologias da informação e comunicação (TICs) adequadas para o ambiente virtual. É um espaço rico em aprendizagem.

  22. Concordo plenamente, a educação ainda é considerada uma jóia a qual precisamos cuidar constantemente, e com a EAD podemos dar sequência nesse processo aperfeiçoando cada vez mais nosso cohecimento com novas informações.

  23. Liliam,
    Gostei muito da informação referente ao relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico.
    O EAD nos proporciona o desenvolvimento dessas macro competências.
    Quantas mudanças estão ocorrendo em minha vida, quanto aprendizado!!! Aprender é preciso.
    Com certeza absoluta o conhecimento é um dos nossos bens mais preciosos.
    Estou imaginando como serão minhas próximas aulas, de que maneira poderei torná-las mais eficazes.
    Obrigada pelos comentários de todos e gostaria que soubessem que aprendo muito com cada um de vocês.
    Muito grata,
    Marieta

  24. Ainda tenho dificuldades no uso dessas novas tecnologias de informação e comunicação, mais à cada aprendizado, percebo que me identifico, cada vez mais com a tutoria: perfil do profissional, exigências particulares da profissão e com o formato e conteúdo dos cursos ofertados na área.
    O uso de instrumentos de informação, como seu blog, foi uma das formas mais saudáveis, informativas e formativas de interação virtual.

  25. Boa noite prof. Liliam, tenho acompanhado seu blog e compartilho de alguns pensamentos, como tutora tento incentivar meus alunos a repeito das competências mencionados pelo relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, acredito que para uma educação de qualidade tem que haver interesse e desenvolvimento pessoal, e a educação a distância tem muito a oferecer.

    • Bem-vinda Cristiane!

      Bom saber de seus pontos de vista sobre EaD!

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  26. Olá, Lilian! Bom dia!
    Concordo com a colocação de um novo direcionamento que a Educação a Distância está tendo dando ênfase para a interação, esta forma de agregar conhecimento talvez seja o resultado mais importante da EaD, pois redimensiona a educação como um todo, e, é claro, para que ela aconteça é preciso toda a gama de tecnologia, elas em si não perdem sua importância, porém conduzem a um caminho ainda mais enriquecedor de aquisição de conhecimentos e trocas de experiências interpessoais.
    Se puder visitar e comentar em meu blog será um prazer.
    http://melitamw.net/
    Um abraço

  27. Boa noite professora Liliam. Acredito no avanço do usos das tecnologias para todos os níveis de educação quer em cursos presenciais ou a distância.Atualmente participando de um curso a distância verifico a necessidade real de interagir e de conhecer as ferramentas digitais.Seu blog é enriquecedor para consulta e interação.

    • Obrigada Sofia!
      Bem-vinda, sempre!

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  28. A modalidade EaD está cresceu expansivamente nos últimos 10 anos. Aumentando a qualidades dos cursos e conquistando a confiança de muitas pessoas. Na EaD temos flexibilidade para o estudo e podemos revisar o conteúdo quando necessário, tendo condições ter uma boa formação para isso podemos fazer nosso próprio horário de estudo.

  29. Realmente temos que desenvolver novas competências para que possamos acompanhar (sobreviver) ao estágio do mundo atual. Os conceitos do trabalho mudaram, os relacionamentos mudaram.
    O Mundo mudou drasticamente…quanto mais cresce com toda a tecnologia , diminui e rompe todas as fronteiras, em todos os sentidos. Essa fase da globalização ( Terceira fase), tem como alicerce a expansão da comunicação; a qual esta diretamente atrelada ao desenvolvimento da tecnologia. Com rapidez, qualidade e abrangência . De forma continua vem transformando o nosso modo de vida. No passado, tínhamos o rádio a tv convencional. Hoje com a internet , e mais recentemente o avanço das redes sociais, ( quando bem utilizadas) irão proporcionar maiores condições de desenvolvimento da população, no que se diz ao acesso a educação e aprimoramento

  30. A aprendizagem digital nos remete a uma responsabilidade maior no processo de aprendizagem pois o conhecimento deixa de ser concentrado em uma única pessoa (o professor) e passa a ser compartilhado entre todos. Todos participam, contribuem e aprendem juntos.

    • Isto mesmo Miryan. A metodologia mudou com as tecnologias educacionais e estamos todos envolvidos nesta quebra de paradigma.

      Abraços,

      Liliam Silva
      educação-a-distância.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website