Aulas de EaD Precisam de Mais Podcasts

Aulas de EaD Precisam de Mais Podcasts

Hoje em dia já existem diversos aplicativos que potencializam as práticas pedagógicas da educação a distância, principalmente as que envolvem o uso do som como os podcasts, que assim permitem que professores tornem as aula de EaD mais dinâmicas e atrativas. O podcast é um excelente recurso que permite complementar o material didático impresso e multimidiático de cursos online e pode ser compreendido como uma micromídia, que atende temas específicos, proposta diferente da macromídia que geralmente atinge uma comunicação mais de massa. Por isto as aulas de EaD – educação a distância, precisam de mais podcasts!

 

A intenção de se oferecer o podcast ao aluno de um curso online é possibilitar a ele o  acesso à informação e de maneira impactante como é o caso do que o áudio provoca,  como também dialogar sobre determinado tema que o leve a uma profunda e maior compreensão daquilo que está estudando. Sim! Não vamos nos esquecer que de maneira geral nas aulas de EaD,  todos os conteúdos devem ser claros e ao mesmo tempo provocadores do pensamento crítico. Eu disse….Todos!

 

Mas quando valorizo o podcast, percebo que é uma ferramenta que o aluno se apropria da informação de maneira absolutamente estimulante e naturalmente acaba interagindo com todos os outros colegas para comentar,  tirar dúvidas, dialogar sobre os temas que está refletindo. Um outro  fator importante a ser considerado com relação ao uso deste recurso é a questão  da espontaneidade da fala, que impacta o “ouvinte”,  transmite proximidade e afetividade por meio da entonação. Jamais um podcast deverá ser gravado de maneira “lida”, pois tira a espontaneidade daquilo que pode ser muito bem utilizado de forma atrativa e natural, principalmente na Educação.

 

Vale ressaltar que em contexto educativo o podcast  pode ser utilizado de duas maneiras, uma mais passiva por parte dos alunos onde o professor disponibiliza materiais em formato áudio para que eles complementem a sua formação, conforme descrevi acima. A outra maneira é mais ativa por parte dos alunos, pois os professores selecionam determinados conteúdos/temas para os alunos pesquisarem e estudarem,  e depois  pedem aos mesmos que gravem podcasts como resultado da aprendizagem;  desta forma os estudantes  terão que ler, resumir, esquematizar cada conteúdo e na sequência gravar.

 

Vale neste contexto ensinar aos alunos como se cria um “mapa mental” para que este seja o  “original” na hora da gravação.  Pensar sempre que este tipo de estratégia permite que os arquivos de todos os alunos contribuam com a formação de todos no AVA-Ambiente Virtual de Aprendizagem! Oferecer um bom menu de podcast em cursos online ou mais especificamente em aulas de EaD ,  possui uma excelente vantagem que é possibilitar ao aluno a escolha do que e do quando ouvir,  assim como optar quando parar (stop) ou quando pausar.  Gravando-se podcasts é possível disponibilizar muitas coisas interessantes nos cursos online como séries de temas específicos,  audioaulas pontuais, materiais informativos, entrevistas com autoridades em diversos temas e até mesmo fornecer feedback aos alunos a respeito das atividades.

 

As gravações podem ser realizadas de maneira curta ou até mesmo longa, sendo indicado no máximo 20 minutos pois mais tempo não atende o propósito de se manter a concentração do aluno. Caso o episódio seja  obrigatoriamente longo, uma boa alternativa é quebrá-lo em partes pois assim estimula-se  que os alunos ouçam e  mantenham  o foco para que os autores contextualizem temas interessantes e objetivos e que assim sirvam de complemento ao conteúdo estudado. Sempre! Acredite, as aulas de EaD tornam-se muito atrativas com esta ferramenta de áudio bem utilizada.

 

Ao professor de EaD é importante que ele crie uma estrutura de podcast  com começo, meio e fim e faça sempre uma introdução daquilo que irá tratar. Caso sejam podcasts sequenciais, é necessário avisar o aluno que serão disponibilizados em série e em datas específicas.  Enriquecer aulas de EaD com material multimídia, vídeoaulas, animações e podcasts  gera muita motivação nos alunos, assim como minimiza em muito as dúvidas relacionadas a  temas mais complexos e assim o aluno ouve as explicações até esclarecer suas dúvidas por completo.

 

Hoje, o podcast já  é bastante utilizado em mercados diferentes inclusive no educacional, pois há muita  facilidade em se produzir um arquivo de áudio, sem a necessidade de uma  produção em estúdio. Trabalhando-se com um computador que tenha placa de som e a instalação de um programa para se gravar o áudio e com facilidade para disponibilizar em diferentes interfaces na internet, este tipo de conteúdo se populariza. A portabilidade desta mídia também colabora em sua expansão, pois é possível ouví-lo tanto por meio do computador quanto em mp3, mp4.

 

E como fazer o planejamento de uma aula de EaD utilizando podcast? Se o professor vai desenvolver um tema específico de uma aula, eu recomendo que ele também faça uso de um mapa mental a respeito das principais ideias que irá abordar e como já pontuei,  nunca se apoie em leitura de um texto específico, que muito tira as características de maior dinamismo da expressão e do pensamento.  Quando estiver gravando há a necessidade de se verificar continuamente a qualidade do som,  e  nos dias atuais já existem inúmeros softwares gratuitos que cumprem muito bem esta função.

 

Na hora de se fazer o upload do podcast é o momento de colocá-lo no site que acomoda a aula de EaD, para que os alunos possam acessá-lo. Sempre é positivo fazer um post para o podcast, pois assim o texto poderá  introduzir o tema e a própria mídia.  Algumas universidades americanas como Berkeley e Stanford já ofertam cursos inteiros em podcast.  Desta maneira o podcast faz parte da gama de aplicativos da Web 2.0 e permite aos seus usuários ouvir e disponibilizar materiais em formato áudio que podem ser acessados a qualquer hora e em diferentes espaços geográficos.

 

O termo podcast resulta da soma das palavras Ipod (dispositivo de reprodução de áudio/ vídeo) e broadcast (método de transmissão ou distribuição de dados). Assim se compreende por podcast, arquivos de áudio produzidos para carregamento,  e podcasting o ato de gravar ou divulgar na web; e por fim designa-se por podcaster o indivíduo que produz, ou seja, o autor que grava e desenvolve no formato áudio.

 

Cabe ressaltar que esta tecnologia vem sendo empregada em contextos variados e não somente na educação a distância,  como nas empresas (e-learning), na indústria, na política, no marketing, na saúde, no entretenimento. Certo?

 

Saiba +

Podcasts da Liliam Silva: http://www.educacao-a-distancia.com/podcasts/

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website