Como Produzir Conteúdos Para EAD ?

Como Produzir Conteúdos Para EAD ?

Criar valiosos conteúdos para cursos online é uma habilidade muito específica para quem atua no universo da docência virtual. Explico! Além de uma comunicação expressiva com linguagem clara, cativante e objetiva,  o autor deverá sempre saber não somente o conteúdo mas também para quem está escrevendo, no caso, saber identificar o seu público-alvo.  O que este público para quem ele escreve e constrói ideias e desenhos pedagógicos,  quer ou precisa realmente aprender? Por que estas pessoas que resolveram pagar por este conteúdo precisam aprender algo justamente através de você, daquilo que domina? Por que estas pessoas pagariam pelo seu conteúdo?

Eu parto sempre do princípio que o conteúdo em EAD que é pago por alguém interessado em aprender,  e que principalmente é um curso ofertado através da modalidade “Curso Livre”,   deve ter um grande valor agregado para esta pessoa interessada, principalmente no sentido que a ajude a alcançar os seus objetivos. O que faz um curso online diferente dos outros que também estão no mercado educacional ? Uma coisa é certa, o aluno online de hoje deseja ter acesso ao conteúdo que seja construído de maneira sucinta, mais curta , bastante visual, que tenha mobilidade e que seja  bastante interativo com o meio social das aulas virtuais.

Um curso de eLearning básico e bem simples,  é apresentado geralmente com um vídeo de boas-vindas com narração do conteudista do curso,  páginas escritas para download ( geralmente PDF ) e um teste ao final de cada unidade.  O curso é então disponibilizado para o aluno  utilizando os serviços de um sistema de gestão de aprendizagem (LMS) . Embora os sistemas de alguns LMS suportem  a capacidade para múltiplos participantes colaborarem entre si ao longo do processo de aprendizagem, muitas escolas ainda  preferem utilizar o LMS de maneira mais limitada destinada apenas ao auto- estudo ( individualmente  ) remetendo cada aluno à uma  aprendizagem absolutamente auto-dirigida.

Ao produzir o conteúdo de um curso online, alguns autores acreditam que é melhor o curso à distância ter muita informação do que pouca. Alguns outros  profissionais defendem  que é melhor dar ao aluno mais informações do que ele realmente precisa . No entanto, quando se trata de educação a distância, penso através de toda a minha experiência nesta área,  que seja muito melhor oferecer conteúdo de qualidade conciso e sempre mantendo-o relevante e em convergência com os objetivos de aprendizagem propostos,  e sempre lembrando que os mesmos  sejam  mensuráveis e que definitivamente beneficiem os alunos.

O nosso  cérebro prefere aprender através de  aperitivos educacionais, ou seja,  pequenos pedaços de informações que o deixa com fome para obter mais e mais informações e assim faz-nos querer mais. Em processos de aprendizagem em EAD, esta dinâmica  gera no aprendiz a motivação para dar o próximo passo, ou seja, a entrar no próximo módulo ou desafio educacional de aprendizagem. 

Se o conteúdo for apresentado de maneira muito técnica corre-se o sério risco de ocorrer muita evasão por parte dos alunos, e por isto a necessidade de sempre se elaborar os cursos online com todo o cuidado possível  podendo assim entregar ao aluno virtual um conteúdo inteligente, expressivo, claro, objetivo e principalmente criativo! E para isto existem possibilidades pedagógicas que amparam muito os autores como a técnica do storytelling e a aprendizagem baseada em jogos.

Identificar os temas -chave ou as áreas temáticas destinadas à aprendizagem ,  assim como se concentrar no que o aluno precisa aprender, a fim de aplicar os seus conhecimentos no final do curso é a trajetória habitual de aprendizagem. Ao escrever o conteúdo para cursos de EAD é necessário que se esqueça o uso de jargões assim como o uso excessivo de linguagem técnica, mas é essencial usar  vídeos, áudios (podcasts)  e muitas imagens para transmitir conhecimento, bem como um excelente texto escrito, assim como oferecer uma série de quizzes ao longo da jornada pedagógica para poder ir testando os conhecimentos dos alunos.

Eu particularmente gosto muito de transformar estudos de caso em cenário interativo. A minha dica para quem produz conteúdos para EAD é que faça os alunos serem  os protagonistas no cenário educacional dando-lhes a oportunidade de tomar decisões ou aplicar conceitos como o fariam no mundo real em uma situação de vida profissional, por exemplo.

A revisão de um curso de EAD é essencial, porque um curso mal escrito ou com  conteúdo errado ou cravado com erros de ortografia ou erros gramaticais ou com a inserção de fatos incorretos,  podem simplesmente refletir mal, e levar os  alunos a não levarem  o curso a sério. Pior ainda, os alunos podem assumir o conteúdo incorreto como verdadeiro, e assim aprendê-lo erroneamente. Todo o curso se tornaria inútil e deixaria os alunos em uma posição pior do que quando começaram.

O meu pensamento final que deixo aqui para vocês refletirem é o seguinte:  as  instituições de ensino que oferecem programas de educação a distância precisam urgentemente mudar o jogo, ou seja, precisam primeiramente assimilar a ideia de que o aluno de hoje, nascido na era digital,  não tem a mínima motivação para estudar através e unicamente de textos longos e pesados. São alunos que vão exigir cada vez mais uma variedade de mídias destinadas à aprendizagem.  Minha dica?? Certifiquem-se se a sua instituição de ensino à distância está pronta para eles.  🙄 

Depois de considerar esses fatores -chave, você vai ser capaz de tomar a decisão que seja a melhor não apenas para você conteudista ou para a sua equipe de produção de conteúdos, mas certamente  para os alunos online também.

Saiba +

 

Esse item foi postado em Geral. Coloque o permalink nos seus favoritos.

4 comentários em “Como Produzir Conteúdos Para EAD ?

  1. Texto excelente. Concordo que o conteúdo deve ser conciso e objetivo. Já estive como revisora e observava textos pesados e técnicos demais, resultado: grande número de alunos desmotivados. Hoje como conteudista, procuro me “aproximar” do leitor através da leveza do texto sem sair do foco. Abraços.

  2. Sempre passo por aqui e gosto do conteúdo de seus textos. Acredito que de maneira bem leve, você apresenta conceitos importantes para especialistas e para iniciantes.
    No entanto, em alguns momentos neste texto e em outros, sinto falta de uma revisão gramatical mais apurada. Tenho certeza que verá essa sugestão como crescimento, principalmente porque refletirá em muitos leitores que a seguem.

    Parabéns pelo trabalho!

    • Oi Aline,

      Agradeço as suas visitas ao blog, apareça sempre que puder. Realmente o blog é escrito de maneira bastante popular e muitas vezes tenho a preocupação em transmitir as minhas ideias como se estivessemos conversando informalmente na cafeteria da esquina, e lógico que sempre usando uma linguagem coloquial e bastante longe de uma preocupação gramatical mais apurada como se eu estivesse escrevendo um trabalho científico ou acadêmico.

      Nunca tive esta preocupação, confesso. A minha preocupação sim, sempre foi chegar “perto” das pessoas que me leem e de maneira simples, para que elas justamente conhecessem mais a EAD através da minha longa experiência nesta área.

      O lado bom da história é que muitos acadêmicos, pesquisadores da área, empresas de EAD, instituições de ensino e gestores seguem o Blog, e para algumas outras instituições como a UVB [Universidade Virtual Brasileira] e a Itaipu Binacional, o mesmo serve como referência bibliográfica para tutores e conteudistas poderem estudar. Todos os jornalistas da Itaipu também apreciam o blog e seguem o meu trabalho, o que muito me lisonjeia.

      De qualquer forma, agradeço o seu feedback e preocupação.

      Grande abraço,
      educação-a-distância.com

Comentários estão bloqueados.