NETIQUETA-O Comportamento do Mundo Digital

NETIQUETA-O Comportamento do Mundo Digital

 

NETIQUETA-O Comportamento do Mundo Digital, você já ouviu alguma informação sobre este tema recorrente na web? Pense que em nossa vida cotidiana, interagimos com muitas pessoas em nosso dia-a-dia, e por vivermos em sociedade, temos consciência que devemos ter comportamentos adequados em nossas interações interpessoais. Assim como somos gestores de nosso comportamento na vida presencial, sempre atentando a construção de relações sadias e respeitosas, não é diferente em um ambiente virtual, principalmente em um Curso de Educação a Distância, onde você conviverá com o tutor do curso e outros alunos como você, também integrantes daquela sala de aula virtual.

 

Atender a um código de comportamento adequado em Cursos de Educação a Distância nos ajuda a também sermos apropriados em nossa comunicação e interação na vida presencial – pessoal e profissional. Sabemos que pequenos deslizes podem prejudicar um relacionamento ou até mesmo custar o emprego. Estamos falando de “educação digital”, também conhecida como “Netiqueta”. A palavra “etiqueta” está relacionada com respeito, gentileza, comunicação e percepção. No mundo digital, no mundo Net, os códigos variam de plataforma para plataforma, mas algumas coisas são absolutamente óbvias e universais.

 

Netiqueta é uma palavra que se origina do inglês – network, e pode-se considerá-la como uma gíria, por conta da fusão de duas palavras: o termo inglês net (que significa “rede”) e o termo “etiqueta” (conjunto de normas de conduta sociais). Desta forma, o termo netiqueta sinaliza um conjunto de recomendações para principalmente se evitar mal-entendidos em comunicações via internet, como em e-mails, chats e listas de discussão.

 

Por exemplo, em webconferências espera-se que todos os participantes estejam prontos e com suas conexões disponíveis no horário marcado para o início do evento online, o que solicita que cada participante esteja conectado pelo menos 5 minutos antes do início. No mundo digital também  não devemos escrever com letras maiúsculas, pois serão interpretadas como se estivéssemos gritando com o nosso interlocutor.

 

Outra coisa importante, no mundo digital obrigatoriamente temos que nos expressar na maioria das vezes por linguagem não verbal, ou seja, nos comunicarmos através do que teclamos. A confusão já surge aí, pois conforme a construção da frase e expressão da ideia, a outra pessoa do lado de lá da tela, poderá interpretar aquela  manifestação de maneira não coerente com aquilo que se quis dizer.

 

Geralmente as pessoas colocam “emoção” à mais em suas interpretações e percepções, ou seja, carregam na emoção e acabam compreendendo de maneira  errônea o sentido  do exposto pela escrita. Se este tipo de intercorrência já ocorre rotineiramente na vida presencial, o que dirá na vida digital!! Lembro que no mundo virtual as nossas percepções interpessoais são geradas por aquilo que lemos, diferentemente da vida presencial onde os nossos 5 sentidos colaboram de forma instantânea em todas as nossas manifestações e  interpretações. Falar com alguém envolve principalmente a  visão, audição, olfato e tato, que colaboram na compreensão do que “aquele outro” está tentando nos comunicar.

 

Quando não respeitamos a Netiqueta e consequentemente erramos em nossas manifestações não verbais, faz que este tipo de situação  fragilize por demais as relações interpessoais. Desta forma, é necessário que ao escrever no mundo digital, se busque permanentemente a expressão da ideia de forma clara, objetiva e principalmente se colocando no “lugar” de “quem” vai ler; para consequentemente pensar: “como eu me sentiria ao ler esta mensagem da maneira que foi escrita?”

 

Outros pontos convenientes no mundo da Netiqueta é jamais utilizar palavra de baixo calão, informalidade excessiva, fugir do foco do que ali está sendo tratado, expressar de maneira inconveniente qualquer tipo de emoção exacerbada. Em uma sala de aula virtual, por mais que o aluno sinta-se à vontade em suas manifestações por não estar em contato visual o tempo todo com todos, lembre-se que aqueles “todos” estão conectados a você através de tudo o que você manifesta.

 

As melhores dicas para se ter um comportamento adequado em salas de aula virtuais são: fale (escreva) de uma maneira que você gostaria que falassem (escrevessem) com você;  não faça uso de emoções inadequadas em suas manifestações como raiva, inveja (desmerecer o outro), narcisismo (só você vale a pena ali), competição desnecessária (lembre-se que todos ali buscam a mesma coisa),  e excesso de informalidade (seu tutor e seus colegas de sala virtual não são pessoas da sua intimidade pessoal).

 

A Netiqueta sempre é oferecida como um Manual em Cursos de Educação a Distância, ofertados por Instituições de Ensino, e deve ser utilizada pelos alunos como uma bússola,  pois ela nos garante comportamentos adequados e bem-vindos no mundo virtual. Quem souber fazer bom uso utilizará este Manual com muita eficácia na vida presencial também!!

Quer conhecer a nossa Netiqueta? Confira o Código de Conduta do Blog Educação a Distância. COM.

Boa semana a todos! 😀

Saiba+

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3 comentários em “NETIQUETA-O Comportamento do Mundo Digital

  1. Parabéns Liliam !

    Excelente matéria !

    Convivo diariamente com pessoas em cursos na modalidade EaD, semipresencial e presencial utilizando recursos tecnológicos tais como: a videoconferência; a webconferência; os Ambientes Virtuais de Ensino e Aprendizagem (AVEA) e outros onde observo tudo o que você descreve aqui, tanto sob o aspecto positivo quanto pelo outro. Creio que somente o tempo e a experiência prática farão com que as pessoas aprimorem seus comportamentos utilizando-se de recursos tecnológicos de forma virtual.

    Abraços.

    Gilberto Oliani

    • Oi Gilberto!

      Obrigada pelas considerações! Volte sempre e compartilhe olhares, percepções e ideias, ok?

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog Educação a Distância

  2. Gostei muito do texto , nunca tinha ouvido falar em netiquete tem tudo haver com as posturas as serem desenvolvidas, relação interpessoal precisa ética e com certeza etiqueta. Obrigada pela interação
    Abraços

    sonia Prata

Comentários estão bloqueados.