Novo Cenário da Educação a Distância no Século XXI

Novo Cenário da Educação a Distância no Século XXI

O mundo terá 2,7 bilhões de pessoas conectadas à internet até o final deste ano, segundo a Organização das Nações Unidas – ONU, e isso significa que mais pessoas virtualizadas estarão vivenciando esta experiência! Temos cada vez,  mais e mais experiências atípicas,  desde  o convívio com a escassez de espaços e de tempo para reflexão e abstração,  até o convívio com excesso de informação,   gerada pela facilidade de acesso, ou seja, estamos sendo inundados pela “infotoxicação”, estamos intoxicados de tanta informação!

 

Nas instituições de ensino superior, que oferecem a formação formal aos aprendizes,  recebemos cada vez mais alunos fora de um antigo padrão do meio universitário. Recebemos agora  alunos de todas as idades (de nativos digitais à veteranos), alunos que são pais solteiros, alunos que retomam o estudo para  reciclar a vida profissional ou se reconduzir por novos caminhos vocacionais. Em uma sala de aula virtual ou presencial encontramos várias salas, subgrupos heterogêneos e com objetivos e desejos distintos.

 

A Educação virtual do século XXI,  independente da idade do aluno, localização geográfica que habita e buscas particularizadas de cada um em busca  por uma  formação formal ou informal, remete todos nós a um cenário educacional que fortalece a ideia da necessidade de se obter formação ao longo da vida, principalmente por conta das mudanças profundas que o mundo atravessa a cada dia.

 

Vivemos neste exato momento o mundo da complexidade e da imprevisibilidade, que tem nos feito seres humanos diferentes dos nossos ancestrais. Quando revemos a linha do tempo da nossa história e observamos a evolução humana, temos a certeza que vivemos um momento muito singular resultado de inúmeros fatores, como a alta tecnologia que invadiu intensamente as nossas vidas e nos deu grande mobilidade,   nos encurtou  distâncias, nos encurtou fronteiras e fez que grandes problemas pudessem ser discutidos e compartilhados em rede.

 

Nos dias atuais por mais que sejamos individualidades e únicos, vivemos em rede compartilhando, discutindo, dialogando e com o senso de coletividade. Ninguém duvida que somos  expostos diuturnamente a muitas mudanças  que ocorrem de maneira recorrente em todos os setores da vida humana e de maneira muito veloz.   Esta circunstância natural dos dias de hoje,  ocasiona efeitos e consequências em nossas vidas particulares e coletivas,  que muitas vezes não nos permite dimensionar de imediato o ocorrido. Muitas coisas, muitas experiências, muitos aprendizados em pouco tempo.

 

Não é nada diferente em uma sala de aula virtual. Nela também existem grupos diferenciados, com idades distintas e com necessidades cognitivas particularizadas. Aqui a expertise  de um competente tutor é que tornará este desalinhamento natural dos tempos modernos,  em um encontro eficaz  que remeta ao processo de desenvolvimento de inúmeras habilidades e competências por parte dos aprendizes. O tutor dentro deste contexto deverá ser um profissional  bem treinado e também  detentor de conhecimentos diversos,  para fazer deste “encontro virtual de aprendizagem” o mais produtivo e satisfatório possível para o aluno online.

 

É indiscutível que salas de aula presenciais serão cada vez mais virtualizadas, podendo haver a expansão das escolas físicas para outros espaços como bibliotecas, museus, centros culturais. Certamente com o desenvolvimento das tecnologias móveis e das redes sem fio o aprendizado ocorrerá em qualquer lugar do mundo ou situação.

 

É certo que educadores que se reciclam continuamente entenderão a realidade tecnológica que atravessamos como ponto favorável não somente na educação a distância, pois aplicarão estas possibilidades virtuais  em qualquer modalidade de aprendizagem que objetive à construção do conhecimento, ou seja, tanto  no ambiente de aprendizagem virtual como nas salas de aulas   presenciais .

 

Educadores de ponta que conhecem e atuam  nas duas modalidades (presencial e EAD) não transmitem conhecimento apenas,  mas constroem conhecimento em parceria com seus aprendizes apoiados na Web 2.0. Esta realidade vem impactando fortemente a Educação como um todo, pois ainda temos professores tradicionais resistentes a esta nova realidade.  Fazer uso da Web 2.0 para a educação 2.0, é pensar 2.0. Será que todos já pensam 2.0?

Aprender é preciso!  😆

 

Saiba+

 

65 comentários em “Novo Cenário da Educação a Distância no Século XXI

  1. É evidente que atualmente tudo gira em torno da tecnologia, portanto o aprendizado não seria diferente. Incrivelmente a evolução das mesmas geram dependência uma da outra.
    Tanto no aprendizado EAD quanto no presencial é necessário a presença de um PC (Personal Computer), softwares e claro, peopleware, sem estes requisitos básicos não há como ter interação entre tutores, professores e alunos. Então…minha gente, conheçamos e usufruamos da Web 2.0.

  2. Se percebemos no passado era impossível conciliar, trabalhos, estudos e vida pessoal, hoje com a tecnologia e a evolução da EAD, podemos ter um aprendizado eficaz, mesmo estando em casa, basta uma administração de tempo que hoje é uma qualidade muito importante entre os profissionais.

  3. Bom dia Lilian.
    Perante este novo cenário da Educação do século XXI, conteúdo tratado em seu texto, sinto-me tão pequena, e sei que tenho muito a aprender e pretendo encher minha bagagem de todo conhecimento possível, pois como a nossa colega Elisa diz em seu comentário, tudo gira atualmente em torno da tecnologia, e cabe a nós futuros educadores das duas modalidade, presencial e EAD, buscarmos capacitação nesta área. E que consigamos nos tornar educadores 2.0!

  4. Bom dia Líliam!
    Muito boa sua explanação sobre o Novo Cenário da Educação a Distância no Século XXI.
    Não consigo imaginar que cenário teremos no próximo século!…rs
    O avanço técnologico tem se disseminado de uma forma que há uma urgência da conscientização de todos os professores e a obrigatoriedade de assumir esse mundo da tecnologia, e aliados, caminhar para que o ensino/aprendizagem siga com a mesma velocidade de qualquer outro seguimento.

  5. Olá Liliam,

    Percebo que essa nova realidade é absorvida naturalmente pela nova geração que faz tudo ao mesmo tempo e retem informação e aprende assim. Porém os demais, correm atrás para não ficar para trás, no começo é bem difícil e a recusa ou resistência pode estar ligado a uma visão de que as mudanças atuais é apenas um modismo, mas a observação desse novo cenário mostra que tais mudanças serão irreversíveis seguido de avanço e não retrocesso. Não será possível ficar de fora.

    • Olá Liliam!
      Sou Tutora Presencial e aluna do curso de Pós-Graduação e EAD. Hoje já posso dizer com propriedade que estamos vivendo novos tempos. A Educação precisava inovar pois, os nossos alunos já não se interessam mais pela “Escola” tradicional. Sou também Diretora em uma Escola Estadual e a cada dia me convenço mais de que esse modelo de educação está falido.
      A EAD se mostra cada vez mais a “educação do futuro”, que já começou. É a forma mais adequada para mantermos o processo de aprendizagem dinâmico.
      Sinto-me renovada a cada dia pois descubro motivação para exercer a função de Professora Tutora.
      Posso dizer, com segurança, que reencontrei a alegria de ensinar, mesmo que seja apenas mediando o aprendizado.
      E que venham novas mudanças!
      Um abraço.

  6. Olá Liliam, olá pessoal

    Pensando num novo cenário da Educação a Distância no século XXI conforme o tema do artigo.

    Em 1998 pensava-se em Educação a Distância como uma forma de ensino que possibilitava a auto-aprendizagem, ter autonomia, aprender sozinho, com diferentes meios de comunicação. O que me lembra os cursos por correspondência, e depois os telecursos, entre outros.

    Hoje pensa-se numa modalidade educacional na qual a mediação didático pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores, aí eu incluo os tutores também, no desenvolvimento de atividades educativas em lugares ou tempos diversos.

    Aprender, se tornou parte do cotidiano, a educação a distância é mais um canal que vem ganhando cada vez mais força.

    Penso que sempre teremos novos cenários de Educação a Distância, e trabalhar/atuar nestes novos cenários nos proporcionará constantes desafios.

    Estou gostando muito dos rumos que a Educação a Distância tem tomado.

    Abraços a todos.

    • Boa tarde Lilian, Vanessa e demais Colegas.
      Realmente creio que a EaD tem um futuro promissor como meio de alavancar o conhecimento de nossa população. Uma vez que temos barreiras físicas quase intransponíveis (País com dimensões continentais, estradas em péssimo estado, em alguns lugares nem estrada existe,carência de escolas e de profissionais qualificados nas regiões mais afastadas, etc…) a edução a distância é uma modalidade educacional que se bem estrutura daria conta de superar essas dificuldades.
      Sou graduado em Matemática e estou me especializando em Metodologia Para Edução a Distância para, apesar do 30 anos de magistério, poder continuar contribuindo para uma edução de qualidade e acessível a todos.
      Que venha a web 2.0 para todos.
      Forte abraço e até breve.

      • Olá Daniel!

        Que venha a WEB 2.0 para toda a humanidade, sem dúvidas!

        Abraços,

        Liliam Silva
        Blog educação-a-distância.com

  7. Olá Liliam,

    Com o advento da internet e das ferramentas Web 2.0 criou se um cenário totalmente novo para a educação, não somente a distância, mas também na forma presencial. Não há como negar a eficácia destas ferramentas no processo de ensino e aprendizagem. Com estes e novos avanços tecnológicos, o modelo de educação 100% presencial sucumbirá ao declínio. portanto, é necessário que as instituições que ainda insistem em utilizar o modelo somente presencial, se adequem a nova realidade para que possam sobreviver em um futuro próximo.

    Abraços,

    Renato

    • Olá Renato,

      É isto mesmo! O ensino tradicional que acontece nas instituições educacionais terá
      que obrigatoriamente se reciclar através das novas tecnologias educacionais.

      Penso que ao longo dos próximos anos (médio prazo), as instituições oferecerão
      em todos os seus cursos as duas modalidades, de forma híbrida. Talvez não tenhamos mais na educação como um todo,
      um marco divisor entre uma modalidade e outra.

      Vamos aguardar para ver.

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

      • Olá Liliam!

        Adorei seu blog! Estou acompanhando para reforçar meu aprendizado em Metodologias EAD.
        Você acha que este seu modo de pensar, no que se refere a uma forma híbridas das modalidades de ensino a ser oferecida pelas instituições, também se aplica às instituições de educação básica?

        Abraço!
        Alex

  8. Olá Lilian, Saudações a todos

    Concordo que tanto no ensino 100% presencial como na EAD temos diferentes tipos de alunos, o desafio para os professores nos dois casos é construir o conhecimento em parceria com eles.
    Atualmente leciono somente no ensino presencial e estou iniciando uma Pós em EAD para poder participar deste novo cenário.

    Abraço.

    Marco

    • Bem-vindo ao mundo da EAD, Marco!

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  9. Concordo, pois estamos vivendo em um mundo cada vez mais globalizado, “quebrando” as fronteiras e encurtando as distâncias. Temos que agradecer a tecnologia.

  10. Profa. Liliam,

    A web 2.0 é muito discutível. Acredito que, independente da utilização para EAD, a web 2.0 já tem uma caminha há algum tempo. Muitas pessoas utilizam nas tecnologias móveis (smartphones e tablets) por conta dessa mobilidade que lhes é proporcionada.
    A questão chave pode estar ligada em um outro nível, justamente às tecnologias móveis. A EAD é uma realidade e é presente no nosso meio. O filósofo italiano Giogio Angabem afirma em seu livro “O que é contemporâneo” que precisamos olhar para o não-vivido no presente vivido. Em outras palavras, ter visão de futuro, olhar no escuro e não ter medo de seguir.
    A EAD está nesse presente não-vivido. Ela está caminhando aos poucos, mas em passos largos. Parece que está longe, mas está aqui.
    O desafio é grande e a apropriação das tecnologias para difusão do conhecimento fará com que os educadores promovam a educação por caminhos jamais pensados e imaginados.
    Não devemos ter medo. Devemos ter coragem e levantar a bandeira daquela que já é o PRESENTE EM NOSSAS VIDAS.

  11. Boa tarde acredito que as novas tecnologias e algo que seja bom no ensino a distância será e deverá ser aproveitado no presencial, num futuro muito próximo acredito realmente em cursos oferecidos nos dois formatos e em combinações dos dois com isso o ensino do país deverá estar melhor pelo menos é o que espero e acredito…

  12. Realmente as novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), revolucionaram o mundo, e em especial, estão revolucionando o “mundo da educação”. Quando me refiro ao “mundo da educação”, falo da presencial e da EAD. No presencial hoje, quase que restrito ao uso dos projetores multimídias e das telas interativas. Muito ainda terá que ser feito para que tenhamos a atratividade para os alunos que vivem conectados em seus smartphones. Já a EAD sem as TICs não teria o apelo que tem hoje com o crescimento constante de adeptos. É tudo maravilha? Não. O custo ainda é muito alto para os usuários brasileiros. Há dificuldade de acesso a internet. Quando acessamos a internet em sua grande maioria é morosa. Há muito “PowerPoint“ como recurso didático. Mesmo assim já nos maravilhamos com o uso dessas tecnologias, imaginemos quando ficar corrente a utilização dos recursos em 3D, o acesso pela Web 2.0 e a velocidade real em 4G.

    • Concordo com o Paulo, temos que acompanhar todas essas evoluções. São tão rápidas , não é mesmo queridos colegas professores?

  13. Realmente as novas tecnologias tais como: web 2.0, games, internet móvel entre outra e não podemos esquecer dos programas de computação cada dia mais modernos e dessa forma está revolucionado o ensino no mundo e principalmente no Brasil e por isso que eu acho que esse formato de ensino deveria ser mais aproveitado nos cursos presenciais principalmente para as novas gerações.

  14. A educação a distância vem trazer um novo desafio á educação, reciclar e inovar, conhecer novas tecnologias, conhecer o mundo através da WEB 2.0, flexibilidade e autonomia de estudos talvez venha a ser o objetivo.

  15. Bom dia Lilian!
    concordo que as tecnologias já são indispensáveis, porém ainda são caras.
    o ensino já caminha com a tecnologia, mas ainda precisa ajustar o orçamento para as classes mais pobres para que possam acompanhar, as escolas públicas ainda estão muito longe de acompanhar, pois falta infra estrutura e incentivo para professores se profissionalizarem nesta modalidade e também não é interessante para o governo investir nos mais carentes, ou seja não perder o controle da população, pois a educação abre os olhos, mas esperemos para ver .

  16. Eu sou novo nessa metodologia, entendo as dificuldades e os principais desafio, que é a disciplina para parar em frente o PC para estudar, sendo que ele conectado na internet fica fácil você perder o foco e distrair nas redes sociais e falar com amigos. Atualmente faço uma pós EAD e meu maior desafio é me educar para estudar online sem perder o foco.

  17. Boa tarde Lilian!

    Concordo plenamente que o professor (tutor) deve se reciclar, se aperfeiçoar o tempo todo, afinal, ele trabalha com o saber e o saber é algo que está em contante movimento, evolução.

    Assim como o modelo de educação está em constante mudança, atendendo as necessidades de novos perfis de alunos, o perfil do educador também deve ser modificado e moldado de acordo com o todo.

    • Olá profª e Tatiane,
      Gostei muito desse post.
      Tatiane,concordo com você quando diz que a reciclagem do
      tutor é essencial para o bom desempenho do seu trabalho.
      Aliás, a reciclagem,a atualização de conhecimentos faz-se necessária em todos os setores e em qualquer profissão,quanto se quer alcançar melhorias.
      Um abraço
      Rita

  18. Boa tarde Lilian!!
    Muito motivador seu texto. Algumas pessoas ainda pensam na educação a distância como uma maneira mais fácil e rápida de se conseguir um diploma. Quando na verdade é um método de ensino que esta crescendo a cada dia, e esse crescimento é também devido ao enorme avanço tecnológico em que vivemos. A alguns anos atrás não tínhamos acesso a praticamente nada desse novo mundo virtual. Nada mais justo do que uma nova maneira de se estudar e crescer profissionalmente.
    Quem não apoiar esse crescimento e se aperfeiçoar para novas tendencias, ficará desatualizado em breve!

  19. Muita gente ainda torce o nariz para o EAD, pois, não o conhece, e acha que é o jeito rápido de se conseguir um diploma , muitos acham que o EAD é de qualidade inferior aos cursos presenciais, mas o crescimento dessa modalidade só mostra o grande engano que muitos ainda cometem ao julgar esse ensino.

  20. Hoje existe muita informação disponível e por esse motivo, concordo com o termo “infotoxicação”, mas o que reflito é o uso que fazemos de toda essa informação disponível, não seriam apenas dados, que sem uso ficam obsoletos? Hoje se quisermos aprender inglês, mandarim, japonês, etc… Temos disponíveis cursos gratuitos na internet, mas o querer, a atitude da busca do aprendizado? Se esse “fenômeno” não acontecer, nada adiantará ter tantas informações disponíveis, de fácil acesso se não houver o interesse em aprender.

  21. Olá, Lilian!
    A própria EaD está se renovando e se reestruturando a passos largos, quando olhamos um pouco para a história da EaD percebemos isto de forma muito clara e seu andar é relativamente rápido, então a web 2.0 redimensiona a EaD, e nosso olhar precisa se tornar 2.0, nossa ação 2.0 e, é claro, nossa educação também. As adaptações a novas realidades e a novas tecnologias precisa ser quase constante e isso exige certa habilidade que nem sempre é muito fácil, principalmente porque não somos nativos tecnológicos, mas o desafio esta nos motivando.

  22. Oi Professora,
    Parabéns por seu texto!
    Concordo com a reciclagem do tutor para mantermos a qualidade da relação com os alunos e gerar novas idéias.
    A tecnologia esta aí para ser explorada cada vez mais, mas precisamos de cabeças pensantes e não robôs.
    Abraços,
    Cinthia.

    • Olá Cinthia,

      As máquinas, os computadores são “meio” e não “fim”.

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  23. Olá Lilian!

    Muito bom o seu texto. Trabalho como tutora desde 2010 em cursos EAD, a princípio eu tinha muitas ressalvas e dúvidas acerca dessa modalidade de ensino, mas tenho descoberto dia a dia o quanto é valioso o avanço tecnológico para a Educação. Concordo com a sua fala quanto a necessidade de nos mantermos em constante processo de aprendizagem, pois o novo contexto exige um perfil muito dinâmico para trabalharmos com as TICs na Educação, em especial pela heterogeneidade que lidamos nas turmas EAD.

    Sempre que iniciamos uma turma nova nos deparamos com as dúvidas, os mitos e os contratempos pela falta de conhecimento existente sobre o modelo a distância, mas aos poucos vamos vencendo etapas e construindo novos olhares para o processo de ensinar e aprender.

    Sempre digo para meus alunos que aprendo muito mais do que ensino, e justamente esse processo que me faz cada dia mais envolvida e motivada para exercer a função de professora tutora.

    Abraços

    Eliane

  24. Bom Dia, Lilian. Muito bom o texto e sua visão sobre a questão do Ensino a distância. Atualmente, com a correria do dia a dia, muitas pessoas buscam o conhecimento através de um valioso instrumento: a educação a distância. Esse processo, exige muita dedicação e gerenciamento do tempo de estudo, ao contrário do que alguns pensam.Sendo assim, devemos estar sempre num processo de aprendizagem.

    • Bom dia Magda,

      Sim, a EaD quebra inúmeros paradigmas do que seja “estudar” e “aprender”.

      Posturas de alunos e de professores se reciclam por completo.

      E viva a educação do século XXI! Não é mesmo?

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  25. Estamos frente ao imenso avanço tecnológico, e temos que aprender a utiliza-lo, somos de uma geração que não tinha toda esta infraestrutura tecnológica, que hoje é despejada em todos os meios. Creio que nós é que temos que aprender como tirar o maior proveito dessas ferramentas que hoje dispomos, e quebrar certos paradigmas do passado, eis ai o grande desafio, pois a EAD esta ai, e mais e mais vamos conviver com ela.

  26. Boa tarde, Lilian!!!
    Sou tutora a distância e também aluna do curso de Pós-Graduação em EAD. Acredito muito nessa nova modalidade de ensino deste século, pois realmente ele tem permitido o acesso mais fácil a alunos que haviam abandonado os estudos,senhoras cujo sonho é continuar estudando e devido a fatores da idade, casa…não puderam continuar. Outros que apenas desejam possuir mais conhecimento. . .Essa modalidade tem permitido que novos conhecimentos cheguem não somente a classe mais abastada e sim aos menos favorecidos. Existe uma flexibilidade maior aos estudos.
    Um grande abraço.

  27. Olá Liliam!

    Fico feliz em ver sua atuação e dedicação pela utilização ótima da tecnologia a fim de promover um desenvolvimento na sociedade em que vivemos através da educação de qualidade.
    Em um mundo em que apenas se faz uso de tecnologias para fins mercadológicos, encontrar uma disseminadora do conhecimento e informação, a todos os interessados, renova a esperança de um mundo melhor. Parabéns!

    Karine

    • Obrigada Karine!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação a distância.com

  28. Olá Liliam,

    Atuo como tutora em curso EaD e me sinto feliz em fazer parte do novo cenário do século XXI. Que nos mostra que estamos construindo uma educação de qualidade mediada pela tecnologia.
    Acredito que os cursos oferecidos à distância estão cada dia mais sendo otimizados, e quem faz entende que a EAD é excelente para a nossa rotina de vida e isso significa flexibilidade, devido a escassez de tempo e espaço.

    Abraços,

    Ana Lúcia Fernandes

  29. A EAD veio com o intuito na minha opinião de renovar e melhorar o modo de aprender facilitando o dia a dia de nossos aprendizes construindo para uma educação onde a tecnologia vai melhorar e muito a qualidade do ensino no Brasil.

  30. Boa noite, Lilian!

    Na edição 2341-ano46-nº40 de 2 de outubro de 2013 da Revista Veja temos uma matéria interessantíssima sobre EAD – “A um clique do saber”. Vindo de encontro com o artigo de ótima escolha postado por você.

    Um abraço!

  31. O Estudo em EAD veio trazer uma mudança para as pessoas , onde para quem nãotem tempo de frequentar uma sala de aula.Pode estudar em sua casa.

  32. Olá Liliam,
    Com certeza ainda não sou uma professora 2.0, mas estou chegando lá, por isso a escolha deste curso EAD.
    Estou aqui sentada neste computador faz mais de cinco horas, jamais em um curso presencial conseguiria essa proeza.
    Afinal, aprender é preciso.
    Adorei a definição “infotoxicação”, sinto-me muitas vezes desta maneira, as informações estão mudando a uma velocidade que não consigo acompanhar.
    Quero me tornar professor 2.0, muitos de meus alunos já são 2.0, quero pensar 2.0.
    Obrigada por me orientar nesta nova fase de “infotoxicação”, estou aprendendo muito e feliz com a autonomia desenvolvida através do curso EAD.
    Grata,
    Marieta

    • Quanta experiência e desejos bacanas!

      Siga em frente para ser uma professora 2.0. Tenho certeza que o maior ganho será seu!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  33. Bom dia, Liliam!

    A Educação a Distância é um marco importante no que se refere ao acesso e permanência dos estudantes no ensino superior.
    Acredito que as demais modalidades de ensino acabarão utilizando as ferramentas e metodologias em EAD de forma híbrida, como você bem coloca no texto.
    Paralelo a essa questão, percebo grande dificuldade em alguns alunos em interagir com as ferramentas EAD e muitos dizem preferir disseminar dúvidas na presença de tutores presenciais, o que poderiam perfeitamente fazê-lo com os tutores a distância. Isso seria ainda reflexo de uma educação analógica?
    Como contribuir para a formação de alunos 2.0?

    Ligiane

    • Ligiane,

      A maior e melhor contribuição é sendo uma tutora eficaz e com inúmeras competências em sua bagagem profissional.

      Tenho escrito vários artigos sobre tutoria no Blog.

      Neles você perceberá que eu dialogo e me aprofundo
      justamente sobre o que questiona.

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  34. Olá Liliam,

    A realidade em muitas instituições de ensino superior é semelhante, a cada dia recebemos um número maior de alunos que não condiz com meio universitário tradicional. No curso em que sou tutora presencial esse fato é claro, porém, admirável. Parte considerável dessas alunas são responsáveis pelo sustento dos seus lares, trabalham o dia todo, cuidam dos filhos e dos seus lares, mas buscam na EAD a possibilidade de crescer profissionalmente e melhorar a qualidade de vida.
    Abraço,

    Gisele

  35. Lilian

    Estou iniciando minhas aprendizagens no ensino a distância, mas estou bem animada e devo dizer um tanto assustada com a quantidade de ofertas de cursos e formações na modalidade a distância. Acredito muito neste tipo de aprendizagem que desenvolve a autonomia, a busca de conhecimento e a organização pessoal dos alunos, vindo de encontro com as necessidades dos indivíduos como a falta de tempo, dificuldades financeiras etc..

  36. Oi Liliam.

    Realmente e impressionante a fartura de culturas, gêneros e gostos que hoje transitam pelas salas de aulas, sejam físicas ou virtuais. Aproveito o contexto para dizer que acredito que com o caminhar da carruagem tendemos para cada vez mais uma integração mais atuante, onde teremos não so mais um professor a distancia mas um espaço de compartilhamento de ideias onde o professor passara a ser mediador dos encontros direcionando os assuntos para o foco da formação.

    Acredito que o EaD veio realmente pra ficar e cada vez mais facilitar os nossos acessos aos serviços de ensino e formação pessoal e profissional.

  37. com certeza o ser humano evolui a cada dia, e sendo assim aumenta a vontade de crescer, aprender e adquirir novos conhecimentos, embora ainda há muitas resistências as mudanças, mas sem elas não evoluímos, sendo assim devemos
    sempre nos prepararmos para as novidades.

    Abraços
    Roseli.

  38. Os cursos a distância é uma saída da para aqueles que não tem tempo para estar em uma sala de aula por conta da falta de tempo e ter a possibilidade de realizar um curso superior.

    Abraços!!

  39. Concordo com a Gisele Silva, pois também sou tutora e vivencio as mesmas coisas no dia a dia.
    A EAD veio para permitir educação a todos e que todos tenham as mesmas condições de competir por um futuro melhor.

  40. O ensino a distância é uma grande oportunidade para aqueles que querem terminar ou complementar seus estudos, pois trás maior facilidade em questão de autonomia de horário para estudar, local, acessibilidade a pessoas com algumas deficiências, etc…Com a regulamentação do MEC para os cursos em EAD, hoje ficou muito mais seguro essa prática.
    Porém é preciso muita dedicação!

    • Olá Anita!
      Realmente, se não houver disciplina e dedicação, não teremos êxito nesta modalidade.
      O EAD facilitou e dinamizou nosso aprendizado mas não é nada fácil sermos disciplinados. Sem contar, é claro, com as nossas dificuldades tecnológicas. A minha em especial, mas é gratificante a transposição de barreiras de cada dia.
      A crença na EAD é que nos faz seguir em frente e acreditar numa educação de qualidade.

  41. Lilian,

    Obrigada por mais esse rico material.

    O cenário virtual, as novas ferramentas e tecnologias abrem portas para dinamizar as metodologias de ensino e alcançar mais pessoas por meio delas.
    Neste post é retratado em poucas palavras a diversidade do público que opta pela EAD, reforçando o importante papel dos professores/tutores neste processo. Eles terão papel determinante na gestão do conhecimento, mas também no estimulo da troca de conhecimento, na mediação e como animador sempre atento aos sinais emitidos pelos alunos que muitas vezes pela “distância espacial” sentem-se solitários, pensam em desistir e tem dificuldade em se reconhecer como um agente capaz de superar as adversidades que sabemos que existem também.
    Na minha concepção podem mudar muitas coisas, transformar outras, mas o professor ele nunca deixará de ser aquele que “marca a vida de um aluno” e pode ser tanto positivamente, quanto negativamente. Na EAD não podemos deixar de capacitar, assistir e motivar aquele que independente do “aluno autônomo” é fundamental na construção do conhecimento no nosso país.
    Abraços,
    Cristiane Félix

  42. Esse cenário da educação a distância já abrange o ensino regular das redes privadas de ensino. um grande avanço no que diz respeito a educação como um todo. a EAD já faz parte da vidas dos alunos que residem nas regiões mais inóspitas. No interior do Mato Grosso do Sul, em algumas localidades não há rede de ensino regular e os alunos do ensino fundamental estudam no Colégio Militar na modalidade à distância. É a EAD se fazendo presente em todos os lugares e em nossas vidas. Informação enriquecedora para o meu relatório.

  43. Olá Liliam. Gostei muito do seu post , como é esclarecedor e abrangente, sua linguagem fácil, nos faz perceber e entender cada vez mais os caminhos do EAD e suas novas tecnologias.
    Grata,
    Helena Macedo

  44. A facilidade e o acesso a Educação nos engrandece

  45. O seu texto fala sobre dois assuntos diferentes : de como somos inundados pela infotoxicação e da presença de um tutor nos cursos de EAD. Na verdade o texto fala também de outros assuntos e como todos estão inter-relacionados. Mas, acho que os pontos que citei , possuem uma interdependência quando falamos em EAD.
    Entendo que o perfil do aluno ou dos grupos de alunos na sala de aula atual, possuem necessidades , diversidades e peculiaridades, que também vamos ter sala virtual , com igual grau ou até maior de importância , fato que vai exigir mais do tutor, tendo este a necessidade de ter uma formação e perfil voltados para essa atividade. O relacionamento na sala de aula tem um carácter mais social. Já no ambiente virtual, temos uma relação mais fria, dai o papel do tutor ser muito importante para o sucesso da EAD.
    E vejo no seu texto, que quando cita que a falta da presença física de um professor e tutor são apontados como ponto negativo do processo , são obstáculos a serem vencidos.
    Concordo com as suas colocações. São claras e elucidam bem a questão. Parabéns.

    • Obrigada Marcos!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância

  46. Boa tarde, Liliam!

    O seu texto representa muito bem a necessidade que temos de adequar a nossa educação à nova realidade, utilizar a tecnologia não é simplesmente colocá-la a disposição em uma sala de aula. Muitos confundem laboratório de informática com “informatização” do processo de ensino e aprendizagem, porém se o conhecimento não é trabalhado por meio das ferramentas diversificadas que a tecnologia oferece tornando o aprendizado significativo, não bastam computadores, materiais didáticos em tablets e lousas digitais, é preciso mudar a forma de pensar no ensino e professor repensar a sua metodologia.
    Parabéns pelo blog!

    Abraços

    • Olá Anagilda,

      Boas reflexões!

      Obrigada pelas considerações ao Blog!

      Apareça sempre por aqui.

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

Comentários estão bloqueados.