xMOOCs, cMOOCs e REAs em EAD

xMOOCs, cMOOCs e REAs em EAD

Nunca pude em qualquer momento ao longo de minha carreira em educação a distância, imaginar que um dia eu veria tantas e tantas ofertas de excelentes cursos a distância de grandes instituições de ensino, sendo disponibilizados de forma gratuita, dentro de uma enorme escalabilidade de pessoas e com formatos tão distintos e interessantes.

😆

O meu impacto maior é ver isto acontecendo no momento em que a EaD cada vez mais se populariza no Brasil e no mundo, pois estas ofertas tão inovadoras que atendem uma demanda de enorme escalonamento, ou seja, milhares, centenas de milhares de aprendizes, cada vez mais ganham popularidade pelo mundo afora.

😆

Esses cursos online gratuitos que também ganham mais e mais simpatia e popularidade no Brasil , existem em formatos específicos.  O modelo  MOOCs,  que traduzindo-se significa Cursos Online Abertos e Massivos, e é um modelo que possibilita uma aprendizagem informal destinada à aquelas pessoas que buscam desenvolvimento pessoal e profissional, são aqueles que ocorrem em plataformas tecnológicas que agrupam um número elevadíssimo de alunos online.

🙄

Um  MOOC, trabalha em sua metodologia com aulas em vídeo, material didático em texto da intranet da instituição que o oferece, Fórum de Discussão para que os alunos troquem ideias e no final do processo ministram provas e testes para garantir que os alunos aprenderam o conteúdo. A sua principal característica é que atenda uma demanda de alto escalonamento de alunos, por isto acolhe milhares deles, ou as vezes até centenas de milhares.

🙄

Os MOOCs também se subdividem em dois tipos e são chamados pelos especialistas de xMOOCs  e de cMOOCs. Os xMOOCs atendem a um modelo mais clássico da educação, pois o conhecimento  parte do professor que centraliza o seu saber em direção aos aprendizes, ou seja, ele é o epicentro de todo o processo educacional. No cMOOC, já temos uma atuação do professor bastante diferente,  pois o docente  se serve da metodologia  chamada conectivismo que possibilita aos estudantes o processo decisório em relação ao conteúdo a ser trabalhado naquele contexto. Os alunos democraticamente escolhem os conteúdos e as trilhas de aprendizagem. Desta maneira quem se torna o epicentro deste tipo de mega encontro virtual voltado à aprendizagem,  é cada aluno online.

🙄

Outro modelo inserido na EAD e ofertado muitas vezes de maneira gratuita e que tem se tornado febre popular, são os chamados  REAs, que significam Recursos Educacionais Abertos. Podemos falar que este modelo iniciou-se lá pelos anos 2000, mais especificamente em 2002,  ofertando ao público materiais educacionais como  vídeos, áudios e também textos. O REA é composto por materiais de ensino, aprendizado e pesquisa, fixados em qualquer suporte ou mídia, que estejam sob domínio público ou licenciados de maneira aberta, permitindo que sejam utilizados ou adaptados por terceiros.

🙄

A peculiaridade dos REAs  é que  embora desenvolvidos e  disponibilizados até de forma gratuita em muitas vezes como os MOOCs,  eles possuem uma característica muito pontual, ou seja, são ofertados sob uma licença explícita do que cada um que os acessa  poderá  fazer com aqueles materiais de aprendizagem. Desta forma, este tipo de licença  permite o uso livre dos materiais educacionais por qualquer pessoa do mundo,  como também que ela  compartilhe, disponibilize pelas redes sociais,  desde que obrigatoriamente atenda as regras da licença, pois é a maneira encontrada de proteger os direitos autorais de cada autor, responsável pela construção daquele conhecimento.

🙄

A ideia principal por trás dos REA é que qualquer coisa que você publique pode ser utilizada e recombinada por outras pessoas, aumentando o conhecimento de todos. Como blocos que podem ser conectados por pessoas diferentes, em locais diferentes e de modos diferentes, para satisfazer uma necessidade específica de conhecimento. Tanto os MOOCs como os REAs buscam promover, disponibilizar e pulverizar o conhecimento pelo mundo,  e com isto colaborar com a formação informal das pessoas,  como também desenvolvê-las no sentido do “aprender a aprender”, que tem se tornado a chave-mestra da educação a distância em tempos de Educação 2.0.

🙄

Desta maneira, não há mais desculpas para não se estudar, se  atualizar, conhecer “outros mundos” e muitas vezes até de maneira gratuita!  🙄

Saiba+

 

 

 

51 comentários em “xMOOCs, cMOOCs e REAs em EAD

  1. Realmente, agora não há desculpas para uma pessoa se aperfeiçoar e ter êxito na área escolhida, pois há várias alternativas de estudo. Somente o que precisa é ter força de vontade.

    Parabéns pelo post, profa. Liliam.

  2. Profª Liliam, hoje não existem barreiras para quem tem interesse, iniciativa e disposição para aprender. Seja no modelo presencial, semi-presencial ou totalmente a distância.
    Parabéns pelo artigo, novos termos para o meu vocabulário.

    Abraço.

  3. Olá Profa Liliam,

    Como você disse, não há desculpas hoje para quem quer estudar, mais ainda assim, há necessidade dos governantes investirem em espaços públicos com computadores e também diminuírem o custo ao acesso a banda larga.

    Um abraço,

    Fábia Spadoto

  4. Pois a diversidade contida nas ferramentas de ensino são fantásticas e encantadoras, ao educando que sinta a necessidade de estudar e se aprimorar. Bom dia

  5. Oi Liian
    Parabéns pelo texto, o tema abordado demonstra como o estudo EAD vem crescendo, mas para que realmente aconteça é preciso tomar como iniciativa a busca pelo conhecimento pois a EAD vem transformando vidas e sonhos em tempo real.Abraços!

    • Obrigada Joana!

      Os caminhos da EAD cada vez mais democratizam o saber. Esta é a maior das maiores vantagens para a humanidade.

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

    • Obrigada Fábio!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  6. Olá Profa. Liliam,

    Conforme já comentado em posts anteriores a educação a distância cresce de modo vertiginoso no Brasil, e com qualidade já consolidada, se tornando a melhor opção para quem de alguma forma não teria condições de participar diariamente de um curso presencial, facilitando o acesso a educação.

    Até mais,

    Renato

  7. Belo artigo, Liliam. 🙂
    Particularmente, tenho mais interesse por xMOOCs pelo papel mais ativo que os alunos assumem.
    Mas gostaria de colocar uma questão: as pessoas que saem do atual sistema de ensino estão preparadas para aprender neste universo? Quantos realmente possuem (e confiam que possuem!) autonomia cognitiva, depois de tantos anos de uma escolarização que valoriza a dependência e até a subserviência do aluno?
    Abraço,
    Ana

    • Ana,

      São conquistas cognitivas necessárias para todos!!

      Não temos mais volta!

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

    • Ana, concordo com você.
      Acredito que o EAD deveria ser utilizado também no ensino médio e fundamental. A idéia é que o EAD faz com que as pessoas busquem mais conhecimento por sí só, deixando de lado a dependência de ter um professor para direcionar o que será estudado.

  8. Lilian,
    Fugindo um pouco do teu texto, lembro que um “ensino a distancia” já existe há alguns anos. Reportando-nos ao Instituto Universal Brasileiro, oferece cursos a distancia e aqueles que pretendia se aperfeiçoar, era encaminhado “cartas” pelo correio como meio de comunicação. Eu mesma, fazia um curso de taquigrafia por correspondência. Quando se tinha dúvida encaminhava ao Instituto o questionamento e espera a resposta, por mais ou menos 5 a 6 dias. Portanto, as coisas foram evoluindo de tal forma que hoje ao questionar algo a resposta é imediata, graças a inovação tecnológica. Abraços

  9. Boa tarde!!
    Como já vimos em outros posts hoje tem cursos disponíveis a quem tiver interesse, e isso é muito bom.
    Parabéns!

  10. Olá, prof° Lilian!
    Muito esclarecedor seu artigo!
    Como estou fazendo pós em EaD, quanto mais informações conseguir melhor. Por isso valeu mesmo!
    E você tem toda razão, hoje só não estuda, não se atualiza quem não quer…e quando não quer só se pode lamentar!!!
    A questão que Magda comentou é real, mas creio que a medida que o ensino médio também ousar adentrar a Educação a Distância estas limitações podem minimizar, e espero que estes alunos logo tenham também esta opção.
    Um abraço.
    Melita

  11. Hoje com as gerações cada vez mais informatizadas, não se pode imaginar que os diversos níveis de estudo passem pelos seus estudos sem de alguma forma ter aproveitado ou sem estudar por alguma das formas de estudos em EAD, seja por ter feito trabalhos ou pesquisas quer para participar de grupos de estudo…..

    Abraço

    Maria Cèlia

  12. Parabéns Liliam,
    Tudo o que você escreveu em seu artigo, são termos novos para mim.
    Após a leitura de todos os seus textos, sinto-me mais segura para começar a escrever sobre EAD.
    Sempre falo para meus alunos que atualmente é tão fácil estudar, porém, mais importante que isso, é aprender.
    Graças a tecnologia, tenho acessos a informações valiosas, é claro que é preciso saber filtrar.
    Seu blog é super rico, informações atuais,conteúdo sério.
    Muito obrigada por poder contribuir e muito para o meu trabalho.
    Não existe palavras para agradecer por compartilhar conosco o seu imenso conhecimento.
    Isso é o real EAD…
    Marieta

    • Obrigada Marieta!

      Então…aproveite o nosso conteúdo sempre!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  13. Muito informativo este artigo,

    Para mim eram termos novos também, esta sendo muito importante ler as informações fornecidas neste blog, parabéns novamente pelas iniciativas.

    Abraço,

    Marco

  14. Bom dia Professora Lilian.

    Seu texto é de muita valia para mim, contém informações novas e enriquecedoras. E é muito bom saber, que a EaD está cada vez mais acessível a qualquer pessoa que tenha vontade de estudar, e queira fazer uso das TICs, as quais estão aí, ao seu alcance. Assim, como você citou em seu texto, o estudo por xMOOCs, cMOOCs e os REAs em Educação a Distância, vem ganhando mais e mais adeptos, por serem cursos gratuitos e que buscam promover, disponibilizar e pulverizar o conhecimento pelo mundo.

    Um abraço.

    Rosângela.

  15. Olá Lilian!

    Concordo que já estamos próximos de chegar em uma época em que todos poderão fazer algum tipo de curso pela internet no conforto de suas casas, mas no Brasil vai demorar mais um pouquinho, visto que a infraestrutura é muito ruim (internet).

    Outro problema é a distração e falta de foco, coisa que eu tenho bastante rsrs, em que ocorre muito hoje em dia.Principalmente por causa das redes sociais rs.

    Mas tenho pensamento positivo e acredito que esse é o futuro, aprender a aprender.

    • Olá Rafael,

      Surge um novo tsunami na EaD.

      MOOCs já eram. Agora…..o negócio são os SPOCs – Small Private Online Courses!!!!!

      Apesar de muita emoção sobre os Moocs no sentido que podem transformar o sistema de ensino, na verdade até agora esta realidade não foi capaz de mostrar como os mesmos vão se financiar. Além disso, a natureza “aberta” dos cursos Mooc incentiva um grande número de participantes com habilidades muito variadas, porque qualquer pessoa com uma conexão à internet pode participar. Isto levanta problemas com a avaliação e, portanto, o quanto um Mooc pode valer ou não no curriculum vitae de alguém, assim como eles vão gerar empregos ou mais situações de estudo. Spocs oferecem uma solução bem melhor, onde alunos são selecionados, o que por si só limita o número de participantes, e assim assegura satisfazer alguns requisitos de entrada para o curso.

      Confira:

      http://bit.ly/14bV78F
      http://on.ft.com/12gUPJI

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

      • Sempre tive a intuição por experiência que EAD deve ter alta interatividade, porque senão vira a leitura simples de material, que já vimos fazendo háa décadas por livros e mais recentemente por material da internet. Nesse sentido os PLOCs são a materialização de uma metodologia viável. Mas não deveríamos nos fixar muito nessas siglas. O fato é: Formalidade na admissão, Informações boas e homeopáticas, Avaliação constante bidirecional, Cerificações reconhecidas. Ainda surgirão outras siglas.. Mas o importante é que sigam a metodologia mais recomendada, como já vislumbrada por pesquisadores daqui e de fora.

  16. Seu texto sempre muito útil na minha carreira profissional como tutora presencial no EAD. A EAD está crescendo cada vez mais e ficando cada vez mais acessível para pessoas de todas as classes sociais. Conhecer as ferramentas fundamentais para o andamento do curso é fundamental não só pelos professores e tutores, mas também pelos alunos.

    Mais uma vez obrigada pelo post esclarecedor.

    • Obrigada Juliana!

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  17. Prezada professora Liliam,

    Seu texto foi realmente muito esclarecedor! Nunca tinha me atentado às diferentes plataformas (quando elas de fato existem).
    É realmente muito bom saber que já existem à nossa disposição muitos REAS, inclusive internacionais, para nosso aprimoramento. Me parece que este caminho é mais adequado que os MOOCS, na medida em que o conhecimento e as informações sempre se renovam, de modo que o material disponibilizado na internet sempre poderá ser atualizado, o que não prejudica as organizações vinculadas à educação. O que você acha?

    Parabéns pelo post!

    • Olá Bruna,

      Surge um novo tsunami na EaD.

      MOOCs já eram. Agora sim…..o negócio são os SPOCs – Small Private Online Courses!!!!!

      Apesar de muita emoção sobre os Moocs no sentido que podem transformar o sistema de ensino, na verdade até agora esta realidade não foi capaz de mostrar como os mesmos vão se financiar. Além disso, a natureza “aberta” dos cursos Mooc incentiva um grande número de participantes com habilidades muito variadas, porque qualquer pessoa com uma conexão à internet pode participar. Isto levanta problemas com a avaliação e, portanto, o quanto um Mooc pode valer ou não no curriculum vitae de alguém, assim como eles vão gerar empregos ou mais situações de estudo. Spocs oferecem uma solução bem melhor, onde alunos são selecionados, o que por si só limita o número de participantes, e assim assegura satisfazer alguns requisitos de entrada para o curso.

      Confira: http://bit.ly/14bV78F
      http://on.ft.com/12gUPJI

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  18. Foi muito interessante ler o seu texto e conhecer um pouco mais sobre as diferentes maneiras de desenvolver conhecimentos e os diferentes formatos de ensino a distancia.
    Proporcionou-me a algumas reflexões que gostaria de divulgar com os colegas, como no comentário acima quando abordou a questão do acesso e custo pois ainda enfrentamos esses problemas em relação ao oferecimento de toda essa tecnologia e todo esse conhecimento, muitos ainda não podem desfrutar de todos esses benefícios é preciso divulgar mais, só assim o conhecimento será obtido por grande parte da população.
    Temos que comemorar sim toda essa facilidade mas não podemos permitir que somente algumas pessoas continuem detendo o poder do conhecimento enquanto existe uma maioria que não compreende e esta alheia a tudo isso.
    Somente quando todas as pessoas tiverem acesso a toda essa tecnologia poderemos contar com o desenvolvimento de nosso país.

  19. Olá, professora Lilian!
    Estudar agora é para quem realmente quer, pois os meios estão disponíveis e quem tem vontade vai a luta e consegue.
    Estou vivenciando estas tecnologias no meu curso EAD e ainda não sei distinguir pelo nome cada uma, mas são fantásticas e aprendo mais a cada dia e o seu blog está sendo fundamental para meu crescimento educacional e profissional, obrigada professora por dividir conosco o seu saber.

  20. Olá Professora Lilian,

    O desafio de educar e educar-se a distância é muito
    grande , por isso professores, técnicos e gestores na busca por maior qualidade dessa forma de educação ainda pouco explorada no Brasil.

    De forma simples, educação a distância significa educação independente de distâncias. Assim, considera-se que a diferença básica entre educação presencial e a distância está no fato de que, nesta, o aluno constrói conhecimento – ou seja, aprende e desenvolve competências, habilidades, atitudes e hábitos relativos ao estudo, à profissão e à sua própria vida, no tempo e local que lhe são adequados.

  21. Olá, boa noite professora Lilian,

    Parabéns pelo post! Realmente a EaD tem rompido fronteiras e agora tem mostrado sua força, as pessoas estão em busca de mais edução mais informação e isso não pode ser negado. O povo acordou e sabe que edução pode mudar a realizada da nação. Atualmente temos varias tecnologias(TIC’s) a nosso favor vamos usa-las da maneira certa para, ou seja “aprender, aprender” agora ou nunca.

  22. Bom dia Lilian,

    Seu post me conduziu a uma reflexão sobre como a educação sofreu grandes impactos ao longo dos anos, principalmente tratando-se de educação à distância. Foi interessante você comentar que acompanhou várias gerações de EAD. De certa forma eu também presenciei, mas sem a percepção que tenho hoje. Eu era bem jovem na epoca,mas lembro de alguns comerciais e revistas que divulgavam os cursos por correspodência, depois acompanhei a fase dos telecursos e hoje acompanho mais diretamente a influência e benéficios da web 2.0 na EAD. Percebo como a EAD tem contribuido para a democratização do conhecimento,mesmo sabendo que o país tem muito a avançar nesta área.

    Outro ponto interessante em sua abordagem se trata dos novos papeis dos professores e alunos quando comparados a educação presencial.

    Ótimo material!

    Abraços,

    Cristiane Félix

    • Olá profª Liliam,
      Esse post trouxe notícias novas pra mim também.São novas motivações para os que desejam estudar de verdade.
      Vou deixar para você e os demais colegas o endereço do meu blog sobre educação e EAD,para uma possível visitinha.
      Será honroso recebê-los.
      Um abraço
      Rita Oliveira

      • Olá Liliam e colegas,
        o endereço do meu blog é:http:blog-dinhaora.webnde.com
        Aguardo vocês!

  23. Lilian, muito bom este seu post, eu estava pesquisando sobre os moocs a alguns dias atrás, pois como trabalho em uma empresa na área de Educação, e temos uma riqueza de materiais já produzidos que acho de extrema importância ser compartilhado com o mundo através do Mooc, sem qualquer custo, pois é até uma maneira de divulgarmos os conteúdos bons, e também dar oportunidade para as pessoas ter o conhecimento deste material, e pode enriquecer cada vez mais sem ter um custo alto por isso.Aqui no Brasil os Moocs estão se inciando mas nos países com Canadá isso já e bem comum. parabéns Lilian, como sempre seus posts e de muito aprendizado, obrigada por compartilhar!

  24. Oi Professora,

    Muito interessante seu post, realmente não há desculpa para quem quer fazer algo e principalmente com ferramentas tão inovadoras.

    Quem não quiser se atualizar esta fora do mercado de trabalho.

    Abraços,

    Cinthia

  25. Olá Professora…
    Que bom que existe maneiras de aprender, de se especializar, de se interar no meio acadêmico mesmo sem ter muito tempo disponível, graças à acessibilidade, nós alunos de educação a distância, conseguimos através de bons cursos oferecidos online nos aprimorar e ingressar no mercado de trabalho.
    Até mais…

  26. Muito interessante essa postagem, pois vem a agregar e fazer-nos refletir cada vez mais com toda a tecnologia que temos hoje em dia e que nos auxilia para estudarmos a distância, facilitando-nos quanto à flexibilidade e acessibilidade.

    • Obrigada Mary!

      Volte sempre!

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  27. Entender a aceitar essa modalidade de ensino a distancia é importante para compreender as enormes necessidades do nosso país que tbem é grande em numero de desigualdades, principalmente, no que se refere ao acesso a educação.
    Parabéns pelo texto!

    • Obrigada e volte sempre!

      Boa reflexão!

      Abraços,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  28. Olá,

    Profª Lilian!

    Iniciei um curso a distância estou tendo o contato com esta modalidade recentemente. Profª Lilian, estive lendo sobre os MOOCs. Interessante o artigo publicado no seu blog conceituando as vertentes da Educação à distância. No que tange, os cursos a distância sendo oferecido de forma gratuita possibilitará aos indivíduos o aprimoramento e automaticamente a inserção no mercado trabalho.

    Até mais.

    • Obrigada pelas suas considerações Luis Fernando.

      Seja bem-vindo ao Educação-a-Distância.com

      Forte abraço,

      Liliam Silva
      Blog educação-a-distância.com

  29. Olá professora!

    Concordo plenamente com Cinthia e Elisa! O formato da educação a distância proporciona comodidade e acessibilidade a todos de maneira até menos onerosa. Estou fazendo pós graduação a distância e vejo que não fica nada a desejar quanto aos cursos presenciais.

    Abraço

  30. Obrigada pelas informações e pelo seu conhecimento !!
    Parabéns.

  31. Estou iniciando os meus estudos na área do EAD, e não conhecia as classificações apresentadas no seu texto.
    O que concluo é que a EAD está cada vez mais se encorpando, ou seja, ganhando espaço e oferecendo oportunidades para que todos possam continuar ou ter a primeira oportunidade de aprendizagem.
    Entretanto temos muito a melhorar no que diz respeito a infra-estrutura , como politicas adequadas para as diversas necessidades da nossa população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website